Tel: (49) 9116 8337 | e-mail: contato@portaldocontestado.com.br



23-08-2018
Profissionais esclarecem dúvidas sobre Nota de Produtor Rural e eSocial

Seminários foram promovidos pela Amurc, em Curitibanos.


Foto:Divulgação

Como era esperado, contabilistas, empresas, cooperativas, sindicatos, prefeituras, associações e produtores rurais participaram durante toda esta quinta-feira (23), dos Seminários promovidos pela Associação dos Municípios da região do Contestado (AMURC) em parceria com o SENAR/SC e a Receita Federal.

Pela manhã o tema foi o eSocial. O Delegado Adjunto da Receita Federal de Joaçaba, Mauro Batista Neto, esteve presente e esclareceu as principais dúvidas a cerca do sistema que já está em vigor para empregadores que tiveram faturamento superior a R$ 78 milhões em 2016 e que a partir de agora irá atingir os demais empregadores do país.

"É preciso conscientizar o empresário e o produtor rural, que a partir de agora as informações deverão ser mais tempestivas, mais céleres. A legislação continua a mesma, no entanto, a forma de prestar a informação é que mudou. Até o final do ano pretendemos implementar 100% os contribuintes abaixo de R$ 78 milhões e para 2019 as pessoas físicas, quando então estarão entrando também os produtores rurais", destacou Neto.

Dentre os principais benefícios do novo sistema estão: a transparência nas informações e a simplificação do cumprimento das obrigações fiscais. "Ele vai substituir 15 declarações por uma só, e essa informação unificada irá dar mais segurança lá no final quando na aposentadoria do trabalhador, possibilitando que ela (informação) possa ser extraída com maior facilidade e agilidade, dando mais segurança para o país, para a empresa e para o trabalhador", concluiu o delegado.
Já pela tarde o foco do Seminário foi a aplicabilidade do Cadastro do Produtor Primário (Nota de Produtor). O técnico em atividade de arrecadação do SENAR/SC, Emerson Gava, foi quem conduziu os trabalhos destacando a importância da nota para o município e também para o próprio agricultor.

"A nota fiscal do produtor hoje é um dos documentos importantes na vida do agricultor, porque além de provar a atividade rural perante a previdência social, ela reflete também no movimento econômico do município", comentou Gava.

Fonte: AMURC





Portal do Contestado

Notícias de Curitibanos e Região.

Fone: (49) 91168337

E-mail: contato@portaldocontestado.com.br